Disaster Recovery Plan – DRP&SERVICE

A CPDINFRA oferece um serviço que garante uma rápida recuperação do funcionamento da sua rede Interna. Em caso de pane que é um problema facilmente causado por inundação, falta de energia elétrica ou bugs irreversíveis com o servidor, esse serviço DRP&SERVICE oferece uma contingência total ou parcial da configuração de todos os ativos da empresa.

No atentado de 11 de setembro de 2001 as Torres Gêmeas do World Trade Center de Nova Iorque, as empresas que tinham BCPs (Business Continuity Plan) conseguiram garantir a operação da empresa com o mínimo impacto aos clientes em situações de contingência bem estruturados reiniciaram suas operações poucas horas depois do atentado terrorista.

Algumas empresas subestimam os riscos de um disastre e não investem em BCPs. Os planos de continuidade de negócios podem ser classificados em dois tipos: os Planos de Continuidade das áreas de negócios e os Planos de Recuperação de Disastres (DRP – Disaster Recovery Plan) do Centro de Processamento de Dados.

Em muitos casos as áreas de negócios das empresas dependem fortemente do processamento de dados para suas atividades e uma paralisação do processamento para o negócio da empresa.

  • O primeiro exemplo foi a paralisação do serviço de e-mail do provedor de Internet Terra por dois dias devido a um problema no subsistema de armazenamento de dados, em abril de 2003. O site Terra da Telefônica teve que abonar dois dias da mensalidade dos seus 800 mil assinantes com um prejuízo de mais de R$400 mil.
  • O segundo exemplo, foi a paralização da Internet para os clientes da Telefônica, entre dos dias 02 e 03 de Julho houve uma falha técnica que interrompeu as transmissões da rede para todos os clientes da Telefônica, já alguns outros clientes que possuiram o sistema DRP&SERVICE conseguiram garantir o funcionamento sem prejudicar o negócio plano de continuidade da empresa.